As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Língua portuguesa - Uso do hífen


DICAS DE PORTUGUÊS: HÍFEN - PREFIXAÇÃO

VOGAIS IGUAIS

Usa-se o hífen quando o prefixo e o segundo elemento juntam-se com a mesma vogal.

anti-ibérico,
auto-organização,
contra-almirante,
infra-axilar,
micro-ondas,
neo-ortodoxo,
sobre-elevação,
anti-inflamatório.

Mas os prefixos co, pro, pre, re se juntam ao segundo elemento, ainda que este inicie pelas vogais o ou e: coocupar, coorganizar, coautor, coirmão, cooperar, preenchimento, preexistir, preestabelecer, proeminente, propor reeducação, reeleição, reescrita.

VOGAIS DIFERENTES

Não se usa o hífen quando os elementos se unem com vogais diferentes. autoescola, autoajuda, autoafirmação, semiaberto, semiárido, semiobscuridade, contraordem, contraindicação, extraoficial, neoexpressionista, intraocular, semiaberto, semiárido.

CONSOANTES IGUAIS

Usa-se o hífen se a consoante do final do prefixo for igual à do início do segundo elemento.

inter-racial,
super-revista,
hiper-raquítico,
sub-brigadeiro.

Se o segundo elemento começa com s, r.

Não há hífen quando o segundo elemento começa com s ou r; nesse caso, duplicam-se as consoantes.

antirreligioso, minissaia, ultrassecreto, ultrassom.

Porém, conforme a regra anterior, com prefixos hiper, inter, super, deve-se manter o hífen:

hiper-realista,
inter-racial,
super-racional,
super-resistente.

SE O SEGUNDO ELEMENTO COMEÇA COM H, M, N, OU COM VOGAIS

Usa-se o hífen: se o primeiro elemento, terminado em m ou n, unir-se com as vogais ou consoantes h, m ou n.

circum-murado,
circum-navegação,
pan-hispânico,
pan-africano,
pan-americano.

EX, SOTA, SOTO, VICE

Usa-se hífen com os prefixos: ex, sota, soto, vice.

ex-almirante,
ex-presidente,
sota-piloto,
soto-pôr,
vice-almirante,
vice-rei.

Escreva, porém, sobrepor.

PRÉ, PÓS, PRÓ

Usa-se hífen com os prefixos pré, pós, pró (tônicos e acentuados com autonomia).

pré-escolar,
pré-nupcial,
pós-graduação,
pós-tônico,
pós-cirúrgico,
pró-reitor,
pró-ativo,
pós-auricular.

Se os prefixos não forem autônomos, não haverá hífen:

predeterminado, pressupor, pospor, propor.

O PREFIXO TERMINA EM VOGAL OU R e B e O SEGUNDO ELEMENTO SE INICIA COM H

Usa-se o hífen quando o prefixo termina em r, b ou vogais e o segundo elemento começa com h.

anti-herói,
inter-hemisférico,
sub-humano,
anti-hemorrágico,
bio-histórico,
super-homem,
giga-hertz,
poli-hidratação,
geo-história.

A) Mas as grafias consagradas serão mantidas: reidratar, desumano, inábil, reabituar, reabilitar, reaver.

B) Se houver perda do som da vogal final, prefere-se não usar hífen e eliminar o h: cloridrato (cloro+hidrato), clorídrico (cloro+hídrico).

SUFIXOS DE ORIGEM TUPI

Usa-se o hífen com sufixo de origem tupi, quando a pronúncia exige distinção dos elementos.

Anajá-mirim,
Ceará-mirim,
capim-açu,
andá-açu,
amoré-guaçu.

Nenhum comentário: