As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Expor ou não se expor? - Leda Coletti


Expor ou não se expor
Leda Coletti



Há muitas pessoas que não gostam de se expor. Relutam quando convidadas para mostrar seus talentos, quer sejam artísticos, quer intelectuais.
Pessoalmente analiso tal situação, usando a moeda como parâmetro. Há o lado do verso.Por que não colocarmos para os outros, o que temos de bom? Por exemplo: Uma pintura na tela retratando a natureza. Proporciona bem estar para tantas pessoas. No caso do músico:como é relaxante ouvir um instrumento musical, com ou sem acompanhamento de vozes. Chegamos a viajar, recordando belas paisagens ou imaginamos situações de ambientes tranquilos. Transpomos o tempo e espaços. Também isso ocorre ao lermos um livro, poema, crônica,etc. Quantas reflexões, até possíveis soluções para problemas diários, se nos afloram.
Mas, onde fica o reverso da moeda? Ocorre quando o autor da obra, volta-se apenas para objetivos pessoais, envolvendo mais sentimentos egoístas. Isso acontece muito, através de palavras escritas, faladas e cantadas, onde o outro é aniquilado, humilhado. São os que se consideram donos da verdade e, não se importam com o mal que causam. É comum acontecer com colegas do mesmo meio artístico.
Buscar o equilíbrio é um compromisso, que devemos assumir como seres humanos. È verdade, que muitas vezes balançamos e as duas faces da moeda aparecem.Entretanto, tracemos objetivos que visem em primeiro lugar o bem-comum, e, se percebermos que pendemos para o outro lado, tenhamos a hombridade de reconhecer nossas falhas, e a coragem de tentar ao menos, nos corrigir.
Afinal o artista tem por obrigação não apenas ser inteligente, mas ser acima de
tudo, sábio!

Um comentário:

Anônimo disse...

Belo texto! Parabéns Leda! Ab Mel Redi