As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

domingo, 24 de julho de 2011

AOS AMIGOS ESCRITORES


Christina Aparecida Negro Silva (educadora, contadora de histórias e escritora)

Já me sentei umas pares de vezes na cadeira defronte deste computador que me serve para escrever as minhas homenagens aos caros amigos escritores, os quais ainda acompanham-me neste quase meio século de domínio desta linguagem fenomenal – a escrita ! Pareço a personagem de Clarice Lispector em “ Felicidade clandestina”, postergando o momento sentir-se feliz em ler o livro; no meu caso,de deixar sair as palavras que, insistentemente, gritam dentro de mim – diga-lhes o que sente, vamos, mãos à obra ! O que realmente sinto é uma profunda gratidão a todos eles e faço desta data – 25/07 – DIA DO ESCRITOR, uma simples e sincera crônica de agradecimento aos consagrados, aos conhecidos e aos desconhecidos escritores que fazem nossa vida mais alegre.
Gosto de ler, mas gosto ainda mais das pessoas que me fazem ler, que provocam em mim este desejo de adentrar às páginas dos mais diversos livros – literatura brasileira, universal, clássica, popular, best sellers , paradidáticos – enfim, todos e qualquer um, não tenho preconceitos, sou leitora ! Faço minhas as palavras de Daniel Pennac em “Como um romance” – o leitor tem o seu direito – se quiser continuar lendo, muito bem. Se não, fecha-se o livro e procura-se outro; fiz isso a vida inteira e não me arrependo, porque pude, com prazer, selecionar meus queridos amigos escritores.
Assim foi que comecei minha vida de leitora, emocionando-me com José Mauro de Vasconcellos em “Rosinha, minha canoa” e “ Meu pé de laranja lima” – quanto chorei, meu Deus !Ou devorando Monteiro Lobato, rindo do alter-ego “Emília”- irônica, debochada, autêntica. Na escola do século passado me foram apresentados: Machado de Assis e José de Alencar, também Camões e Fernando Pessoa e ainda (pasmem!) Shakespeare já no que hoje chamamos de ensino Fundamental II. Fiz uma amizade certeira com eles e para sempre.
Outros vieram engrossando a minha lista de amigos preferidos: Jorge Amado em “ Tenda dos Milagres” e todos os demais escritos sobre as fortes mulheres bem como o belo “Capitães da Areia”; Aluísio de Azevedo com sua franca e contundente linguagem; encantei-me com Érico Veríssimo em seu engraçado “ Incidente em Antares” ou com ele mesmo chorei em “ Olhai os lírios do campo” ou maravilhei-me com os outros livros das trilogias.
Fui, devagar e permanentemente, tornando-me uma leitora mais autônoma, sem necessitar das indicações de meus mestres de então; virei uma freqüentadora assídua da biblioteca municipal, a qual ficava no meio do caminho entre minha casa e escola, sentia-me privilegiada e pude conhecer Morris West, Agatha Christie, Sidney Sheldon e tantos outros escritores da literatura universal - Charles Dickens, Mark Twain, Dostoiévyski, Conan Doyle, Victor Hugo (pai e filho), Jane Austen e outros mais que minha memória me trai, não me recorda dos nomes dos amigos, mas lembra-me de algumas de suas obras – “ Fernão Capelo Gaivota”, “Amores sobre o Don” , “ “Uma folha na tempestade”, “ Dois pontos e uma reta” ( esse me fez virar a madrugada lendo ), “Anjos e demônios” ... deixo minha lista com reticências , mas cheia de remorsos por não conseguir lembrar-me deles, tão caros e especiais que comigo fizeram-se presentes.
Só poderia tornar-me o que sou: professora, de leitura e redação, pois com toda essa paixão pelos livros e seus homens e mulheres que os escreveram, pude mais tarde indicar ( também apreciar ) outras leituras : as crônicas de Luís Fernando Veríssimo – todas, sem exceção – são especiais com seu jeito peculiar de dizer e fazer-nos rir ou pensar. Também sou fã de carteirinha de Marina Colasanti que não só tenho o prazer de ler, como também especializei-me (pretensão ?!) em contar suas fascinantes e sinestésicas narrativas fantásticas. J.K.Rowling também me encantou, e com ela vi crescer os jovens personagens da série “ Harry Potter” no cinema também.
Para todos eles e aos mais recentes amigos : Ana Maria Machado, Samir Meserani, Ivan Jaff, Walcyr Carrasco, Lya Luft ..., e aos escritores e poetas amigos locais – Ivana Negri, Carmem Pilotto, Leda Coletti, Élder Santis, Carmelina de Toledo Pizza, Luzia Stocco, Camilo Quartarollo, Jaime Leitão, Maria Helena Corazza, Miriam M. Botelho, Alexandre Bragion, Ana Lúcia Paterniani, Eunice Verdi, Ana Marly Jacobino, Daniel, o declamador, aos alunos – escritores embrionários e aos muitos mais que espero ( ainda) conhecer, deixo registrados meus parabéns, juntamente com um GRANDE ABRAÇO. O MEU MUITO OBRIGADA por fazer meus momentos mais alegres e prazerosos na companhia de todos vocês.

texto publicado na TRIBUNA PIRACICABANA de 06/08/2011

Nenhum comentário: