As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Minha mãe Maria Emília e a missão de ser mãe *



Noite de lançamento do livro de poesias com as duas filhas, Maria Fernanda e Maria Carolina
 
Maria Fernanda de Medeiros Redi

Ser mãe não é apenas alimentar, mas fazer a melhor comida do mundo.
Lasanha, feijoada, bacalhoada, cordeiro a vinha d’alho, tiramissu, pavê de chocolate
Almoço de noivado, almoço de casamento.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é mostrar piedade e temor de Deus,
Devoção aos seus Santos e amor à Santa Mãe de Deus, Maria.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é educar para o Bem, formar nos valores cristãos, corrigir os erros,
Ensinar a ter solidariedade e espírito de serviço,
Incentivar e elogiar cada mínima boa atitude.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é proteger, defender, ajudar e ensinar a superar frustrações,
Acolher no colo nossa cabeça insone por preocupações, nosso coração pesado de angustias.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é fazer as filhas se sentirem realmente amadas e especiais,
Ter orgulho de suas conquistas, por simples que sejam,
Dizer: “filha como você está bonita”.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é apoiar nas filhas a independência, o viver no mundo com dignidade e autonomia,
o cumprir os compromissos assumidos,
Mesmo que isso requeira distância física, muita saudade e abnegado desprendimento.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é sempre dizer às filhas: “eu te amo”,
Dedicar-lhes poesias,
Ensiná-las o gosto pela leitura, dar-lhes cultura.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é fazer jus ao compromisso de fidelidade matrimonial,
Amar e respeitar seu cônjuge e pai de suas filhas,
Dedicar-lhe atenção e cuidados.
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser mãe é ensinar a filha a ser mãe,
Ser, na prática, a melhor avó do mundo,
Dar banho na netinha, niná-la escondido a noite inteira,
Fazer os bem-nascidos e lembrancinhas, mimar com presentinhos e com um lindo quartinho.
Conseguir da pequena espontâneos e risonhos: “Vovó fofinha, te amo”; “Delícia, adorei” (ser sua netinha).
Minha mãe cumpriu bem essa missão.

Ser boa mãe exige todo cuidado espiritual, material, físico, psicológico e moral com as filhas.
Minha mãe cumpriu plenamente essa missão e outras que Deus lhe dava.
Acolheu com coração grande de mãe, de amiga, quem dela se aproximou.
Ouvia a todos, tinha empatia com suas dores e alegrias.
Exultava com o bem dos outros. Compadecia-se com o sofrimento alheio.
Ajudava. Aconselhava. Rezava. Dava esperança.
Foi caridosa e entusiasta. Foi Professora. Foi amiga. Foi esposa. Foi escritora, poetisa e muito mais.

Por tudo isso, digo:
“Muito, muito obrigada, minha mãe.
“Graças e glória a Deus, que ma deu gratuitamente,
“Perdão mãe por eu não ter sido tão merecedora.
“Prometo tentar ser também uma boa mãe.
“Eu te amo, mãezinha. Eu te amo para sempre e mais um dia”.

* Texto lido na missa de sétimo dia

Nenhum comentário: