As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

sábado, 19 de março de 2011

Um povo que chora em silêncio

Adenize Maria Costa

Recebi um e-mail, desses que pede pra repassar para todos os contatos, pedindo orações aos japoneses e ao final é mandado “um abraço virtual” e abaixo a lista de todos os que aderiram a essa “corrente”. Nada de anormal, dentro do que recebo nesse fantástico e louco mundo virtual, mas o que definitivamente me levou a recusar e a responder à pessoa que me enviou foi devido ao tamanho da ignorância, da falta de informação de quem teve essa idéia infeliz. Num trecho está escrito o seguinte: “Conheço sua dificuldade cultural para o choro, para a exteriorização de sentimentos... E sei que, apesar de todo o esforço para sublimar, o seu coração grita e chora... E nós,ocidentais,juntamo-nos a vocês, na dor desse momento e oferecemos , dentro da nossa impotência aquilo de que podemos dispor: nossa empatia,nossas orações e nosso ABRAÇO VIRTUAL”
Não posso compartilhar desse comentário infeliz, dessa imagem distorcida sobre a cultura oriental.
Nesse momento me solidarizo sim com a dor dos nossos irmãos japoneses e todos os de outra nacionalidade que residem naquele país.
A cultura oriental é sábia por ser silenciosa, por se reconhecer insignificante diante da força da natureza. Aos nossos olhos eles podem parecer frios, incapazes de externar o choro, o sofrimento, mas, na verdade eles (com toda a Sabedoria da crença que a maioria professa) sofrem pela coletividade. Japoneses do mundo inteiro buscam no silêncio de seus corações se unirem ao sofrimento daqueles que estão experimentando na carne e na alma a dor dessa tragédia.
Nos ocidentais temos a tendência para o escândalo, o famoso “barraco” na hora do sofrimento, aprendamos pois com os orientais a nos reconhecermos pequenos e buscarmos no silêncio com expressão serena unir forças para superar os desafios.
Por falar em silêncio, não foi assim que o Verbo de Deus se fez carne? Não foi no silêncio que se deu a Ressurreição de Jesus?
Existe mais Sabedoria no silêncio do que na euforia, no escândalo disso eu não tenho dúvidas...

Nenhum comentário: