As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

terça-feira, 30 de março de 2010

Flashs Mundiais - Leda Coletti

“Flashs” Mundiais
Leda Coletti


Se focarmos os últimos acontecimentos mundiais, dessa 1ª década do século XXI, veremos que só ocorreram muitos desalentadores: tsunamis, terremotos, tufões, que destruíram cidades e dizimaram populações em número considerável no Haiti, Chile, no continente americano e em outros, como na China, Turquia, etc.
E o que dizer dos tornados constantes no Rio Grande do Sul e os de Santa Catarina?
As causas são inúmeras, mas a que achei mais plausível é a decorrente das placas tectônicas da crosta terrestre, que bóiam sobre um magma pastoso. Como elas se movimentam, as vibrações sentidas de modo mais intenso, provocam tremores fortes, chegando em alguns lugares mais periféricos, a terremotos. Já no mar, as ondas gigantes se movimentando no leito dos oceanos e originam os maremotos.
As consequências sempre são desastrosas: milhares de pessoas tendo mortes trágicas, dentre elas crianças e idosos. Os primeiros sendo brutalmente eliminados, sem terem a oportunidade de conviver por mais tempo nesse planeta-terra.Alguns morrem trabalhando, outros passeando. Tivemos uma perda lamentável no último terremoto ocorrido no Haiti. A brasileira Zilda Arns, que lá estava cumprindo a missão de propagar a Pastoral da Saúde, num país tão carente, teve morte instantânea, por causa do desabamento da igreja, onde se encontrava.
Se fossemos escrever um livro sobre a história das famílias atingidas, estas seriam salpicadas de sofrimento. Fico pensando: “como sobreviverão os que perderam todos os bens materiais?” Para recomeçar do nada é necessária grande força de vontade. E tivemos exemplos no passado, às vezes até dos próprios atingidos, que demonstraram essa garra.Sabemos que agora não será diferente.
Desde que o mundo é mundo, houve momentos tristes para os povos em geral e todos conseguiram se reerguer. Só para citar o pós-guerra do século passado, quanto progresso e reconstruções de cidades inteiras aconteceram! Foi o caso das cidades alemãs, dentre elas Dresden, cuja catedral foi reconstruída tijolo por tijolo derrubado.
Poderá ocorrer que as atuais gerações não percebam que os frutos colhidos hoje, tenham sido plantados e cultivados por seus ancestrais, em momentos difíceis que atravessavam.Oxalá possamos no Brasil inteiro, ficar despreocupados quanto à ocorrência dessas intempéries, pelo fato dele estar situado no centro de uma das doze placas tectônicas. Mas essa situação não o isenta de fenômenos naturais atípicos, pois enquanto os homens não respeitarem devidamente a Mãe Natureza, ela doente sentirá dores que não sanadas, serão demonstradas em forma de desmoronamentos e destruições, as mais diversas e avassaladoras para a humanidade.

Um comentário:

Blog de Ana Marly Jacobino disse...

Caríssima Leda: um texto em que expõe a importância da consciência do ser humano com o nosso "Planeta Agua" muito bom lembrar de todas as adverisdades!Parabéns! Abraços Poéticos Piracicabanos de Ana Marly de Oliveira Jacobino