As reuniões do Grupo Oficina Literária de Piracicaba são realizadas sempre na primeira quarta-feira do mês, na Biblioteca Municipal das 19h30 às 21h30

SEGUIDORES

MEMBROS DO GOLP

MEMBROS DO GOLP
FOTO DE ALGUNS MEMBROS DO GOLP

domingo, 18 de outubro de 2009

Dia do Médico - Homenagem

DUPLA PERSONALIDADE?!
(homenagem ao Dr. Cassio Negri, que descobri ser a inspiração do meu filho Guilherme)

Ana Marly de Oliveira Jacobino


A jovem senhora sofre na sua primeira gravidez. Complicação com a placenta leva ao sangramento. Além do repouso a contragosto, a ida ao médico obstetra vira rotina. O obstetra pede uma ultrassonografia. Foi ao consultório perto da sua casa. Dr. Cássio a atendeu e mostrou na pequena televisão o coração do nenê batendo. Sonhadora!Divagou durante o exame. Contou ao médico que o nenê olhou para ela e sorriu! O Dr. Cássio, explicou da impossibilidade do fato. Ela teimou, teimou,... e saiu convencida do riso do seu filhinho. No dia do parto, novas complicações. Outra vez, o Dr. Cássio, e a sua ultrassonografia. O nenê estava sentado. O parto foi um verdadeiro fuá. Correria no hospital Depois de longas horas o nenê nasceu. O pai, quando o viu exclamou: “Nossa! Parece o E.T.” Gustavo cresceu e começou a balbuciar as primeiras palavras. “Gugu..., Gugu” Os adultos ao redor completam: “Gustavo, Gustavo!” Aniversário de dois anos a tia pergunta: “Como o nenê chama?” E o nenê responde para todos, que ficam sem entender: “Cássio”. Os anos passam é Gustavo não é Gustavo, mas Cássio. Conjecturas são feitas pela família, amigos, vizinhos...: marca de relógio; vidas passadas, reencarnação; problemas psíquicos...! A mãe desnorteada saiu do interior paulista para levar a criança em um especialista em São Paulo. Exames e mais exames e o diagnóstico: “O menino é normal”. Feliz da vida vai ao Terminal Tietê para a viagem de volta. Percebe que não levou nenhum documento do menino. Na porta do ônibus o senhor do Juizado de Menores pergunta: “Como chama a criança?” E a mãe responde: ”Gustavo”. E o homem para o menino: “Como é que o nenê bonitinho se chama?” “Cássio”! E a confusão se instalou, pois, a mãe precisou provar que Cássio é Gustavo e Gustavo não é Cássio!

Nenhum comentário: